segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Por que o som do Mundo Livre S/A é tão indispensável?


Durante o Carnaval, fui a mais um show do Mundo Livre S/A, desta vez no SESC Santana. Como já conheço a banda liderada pelo eclético e criativo Fred Zero Quatro, artista emblemático da cena recifense, a alta qualidade da apresentação não me surpreendeu, mas apenas confirmou os vários motivos que dão suporte à admiração que nutro pelo grupo pernambucano.  
A banda Mundo Livre S/A, liderada pelo
 cavaquinho de Fred Zero Quatro.
A simplicidade e a espontaneidade da banda no palco são dignas de nota, visto que não há qualquer espaço para afetação ou estrelismo. Os diálogos entre eles mesmos, entre eles e a produção e, principalmente, com o público são diretos, bem-humorados e criativos. Ou seja, não ficam nos lugares-comuns dos shows pasteurizados, tão repetitivos e em voga atualmente, nos quais se endeusam, por interesses mercadológicos, sempre as mesmas figurinhas carimbadas e desprovidas de talento. Não há média ou rasgação de seda, a não ser com artistas que realmente sejam talentosos e merecedores de elogios, como Jorge Ben e Chico Science.
O Mundo Livre S/A é formado por excelentes músicos e, desta maneira, a qualidade do seu som é das melhores que podemos contemplar nos dias atuais. Contudo, as letras das canções é que dão o tom diferencial e especial à apresentação da banda. As músicas são na grande maioria divertidas, dançantes e cheias de suingue, mas nem por isso as letras, críticas e engraçadas, deixam de fazer pensar e refletir sobre uma série de temas que não podem estar fora de pauta na sociedade atual.
Resumindo, é um show feito pra dançar e desopilar o fígado, que, além disso, faz com que a plateia saia de lá pensando melhor. Onde está escrito que música para divertir tem necessariamente que contar com letras absurdas ou idiotas, que beiram a debilidade? Como já propôs o Barão Vermelho há alguns anos, pensar e dançar é bastante possível, e o Mundo Livre está aí para confirmar plenamente essa possibilidade.  
Consumismo desenfreado, padrões de comportamento idiotizados e repetitivos, a fé cega e alienada, a supervalorização dos bens materiais em detrimento do verdadeiro crescimento espiritual, além das altas doses de hipocrisia na política e na vida pública, tudo isso e muito mais é criticado e posto em cheque pelas inspiradíssimas canções do Mundo Livre S/A.
Capa do último disco do Mundo Livre S/A, que traz canções
 indispensáveis como Fucking Shit e  Tua  Carne Black Label.
Todas as músicas do Mundo Livre S/A, de todas as épocas e de todos os discos, são indispensáveis e precisariam ser ouvidas com muito mais frequência nas rádios e apresentadas recorrentemente nos canais da televisão aberta. Entretanto, não há interesse algum das redes de televisão aberta em mostrar músicas e artistas de real valor. Os programas das redes comerciais de TV primam apenas por difundir novidades pegajosas, grudentas e imbecilizantes, que além de nada acrescentar à cultura dos brasileiros, ainda os torna mais alienados.
O novo disco do Mundo Livre S/A, Novas Lendas da Etnia Toshi Babaa, é um dos exemplos de obras que precisariam e poderiam ser altamente difundidas, curtidas, dançadas e pensadas, principalmente pelos nossos estudantes, pois o seu teor é exatamente para isso: Ouvir, refletir, inspirar, questionar, sem que com isso não seja possível dançar e se divertir muito também.
O Brasil precisa muito mais da obra do Mundo Livre S/A do que podemos imaginar à primeira vista, mas infelizmente a mídia e a indústria “cultural” continuam dando amplo apoio às letras onomatopeicas e de conteúdos explícitos e diretos, que nenhum trabalho ou questionamento causam aos abandonados neurônios dos ouvintes, muito pelo contrário.    

2 comentários:

Zuza Zapata disse...

Achei essa postagem enquanto procurava assuntos relacionados ao Mundo Livre S/A. Muito boa!
Abraço,
Zuza Zapata
www.zuzazapata.com.br

Altavolt disse...

Olá, Zuza,

Fico feliz que tenha gostado dessa merecida e singela homenagem ao belo trabalho do Mundo Livre S/A.

Grande abraço!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...