quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Dia mundial sem hipocrisia

Caríssimos, logo em seguida ao dia mundial sem carro, queria lançar aqui mais uma campanha de conscientização, que também, tal qual aquela, já está fadada ao insucesso, visto tratar-se de tema espinhoso, de baixíssima receptividade por parte das pessoas em geral. Seria o dia mundial sem hipocrisia.
A ideia consiste, similarmente ao caso do automóvel, em que, pelo menos nessa data, as pessoas saíssem de casa desarmadas da hipocrisia. Deixariam a hipocrisia dormindo até mais tarde, brincando com com os bichinhos de estimação e regando as plantas. E olha que não faltariam tarefas para a Sra. Hipocrisia, e todas elas muito mais úteis do que ficar por aí bajulando algumas pessoas, enrolando outras, distorcendo assuntos, tapando o sol com a peneira, fingindo não ver o que se passa de errado e desagradável no seu entorno, entre tantas outras tarefas ingratas desempenhadas com maestria por essa dama sem vergonha e sem caráter.
No dia mundial sem hipocrisia, as pessoas estariam livres para falar o que realmente pensam, para admirar quem realmente admiram e para ignorar todos aqueles dos quais se aproximam apenas por interesses profissionais, pessoais ou econômicos. Seria também interessante encontrar uma fórmula química que possibilitasse a todos a amnésia total dos fatos no dia seguinte, para que não houvesse retaliações, muxoxos e reclamações pelos atos praticados no dia da verdade e da sinceridade absolutas. Nesse dia, haveria uma trégua ampla total e irrestrita em relação à falsidade, à enganação e à mentira. Todos finalmente estariam livres para dizer a completa verdade e tomar as atitudes justas e necessárias nas suas respectivas áreas de atuação.
Alguns talvez sucumbissem nessa data, uma vez que não receberiam rapapés, nem seriam tratados com os salamaleques habituais por parte dos seus séquitos de empregados, subordinados e agregados. Talvez a verdade, mesmo que num único dia, fosse uma dose elevadamente cavalar para pessoas acostumadas à contínua e ininterrupta puxação de saco.
Os bajuladores, esses teriam um dia de folga do seu pesado fardo de passar os anos vivendo apenas e tão somente para o atendimento de necessidades e vontades alheias e distantes das suas. Talvez vivessem um pouquinho das suas próprias vidas nesse dia.
Quanto à maioria dos políticos, para estes talvez fosse melhor nem sair de casa nessa data especial, uma vez que quase se metamorfoseiam na própria hipocrisia, chegando, em alguns momentos, a serem o retrato mais fiel e acabado dela.
Seria um dia de liberdade, no qual não precisaríamos gastar nosso estoque de risos forçados e falsas expressões de amabilidade, mas em que, por outro lado, estariam totalmente liberados os sorrisos espontâneos e gratuitos e as conversas francas e desarmadas, que nada esperam em troca a não ser a amizade e a compreensão do interlocutor.
Sei, como já afirmei, que esta iniciativa não logrará êxito, pois, como no dia mundial sem carro, em que pouquíssimos deixam os véiculos em casa, a esmagadora maioria das pessoas jamais iria sair para a rua desprovida de seus cartuchos de hipocrisia, que passaram a ser tão indispensáveis na torta forma de convivência largamente adotada nessa estranha sociedade moderna em que vivemos.
Assim como o CO2 liberado pelos automóveis aumenta o buraco na camada de ozônio, as altas doses de hipocrisia liberadas nas relações humanas diárias contribuem fortemente para o vertiginoso aumento dos vazios existenciais em nossas almas. Veneno puro.

17 comentários:

Déia disse...

Ótima ideia!! Tomara que "pegue" mais do que deixar o carro em casa, q por acaso, ninguem deixou!!

Deixar a hipocrisia em casa, salvaria almas do purgatório rs

bj

Paulo Tamburro disse...

Você estaria exigindo demais do ser humano!

No entanto, e da forma mais hipócrita possível, reconheço que muitos apoiariam sua campanha.

Eu sou mais cético, e a realidade esta a meu favor!

Um abração carioca.

Altavolt disse...

Deia: Como já disse, essa campanha não pegaria jamais! rsrs Beijo!

Paulo: Sou obrigado a concordar inteiramente com o seu ceticismo carioca! Abração!

Luna Sanchez disse...

Nossa, Alta! Sendo franca acho que eu, caso sobrevivesse, chegaria derrotada ao fim desse dia. =\

Beijo.

ℓυηα

Altavolt disse...

Luna: Chegaria nada, lembre-se de que a trégua seria geral. além disso, ninguém se lembraria de nada no dia seguinte. Amnésia total. Acho que todos nós chegaríamos muito mais vivos no fim desse dia, isso sim! rsrsrs Beijo!

Nando disse...

Grande pedida, Alta.

O problema apenas está em deixá-la em casa, para onde teremos que voltar ao fim do dia.

Que tal jogá-la no lixo??

Abs.

Altavolt disse...

Nando: É verdade. Por isso que eu sugeri deixá-la em casa cheia de afazeres. Assim, quando a gente voltasse, ela estaria pregada e dormindo em algum canto! rsrsrs Abração!

AGENTE FOOSE disse...

Olá Alta!

Diferente da sua sugestão, o presidente Lula disse uma vez que deveria ser criado o dia mundial da hipocrisia. De fato, não só deveríamos celebrar sugestiva data, como agradecer pela frase menos hipócrita da estrela petista desde que ela assumiu o poder. Afinal não há espaços para excessos de honestidade num mundo em que a verdade inexiste.
Infelizmente não há espaços para excessos de honestidade num mundo em que a verdade inexiste... Não passa de unidade de medida individual, tal qual a mentira.
E como brasileiro é... rapidamente criaríamos uma forma de burla! Belo texto amigo... perfeito!!!

Um grande abraço...

Vampira Dea disse...

Seria perfeito! Ando bem cansada das palavras ditas ao leo,para efeito, agora tem que ter regras bem estabelecidas senão não vai sobrar ninguém pra contar rsrs já que ainda não estamos acostumados a verdade.

Altavolt disse...

Foose: Realmente, a política é o meio onde a hipocrisia nada de braçada. Aliás, bem pouca coisa tem sobrado fora a hipocrisia! Abração!

Vampira Dea: Obrigado pela visita! Acho que, no fundo, todos nós já estamos cansados de tanta mentira e falsidade. O problema é que quase ninguém toma atitudes práticas no sentido de mudar essa situação. Agimos por inércia, anestesiados, como se tudo isso tivesse obrigatoriamente de continuar a ser sempre assim. Beijo!

Eraldo Paulino disse...

Post irretocável.

Só posso dizer parabéns!

Abs!

Menina Misteriosa disse...

Alta,
Acho que enfrentar nossas verdades é a melhor forma de, realmente, nos conhecermos. A luta começa primeiro pela 'auto hipocrisia'.

Um primor, como sempre, Alta!

Beijo

MeninaMisteriosa

Foose disse...

Olá amigo!

Estou de casa nova! O Foose não terá mais post. E agora estarei no novo endereço: Setima Art (http://setimaart.blogspot.com/). Peço-lhe amigo que retire o link e deixe de seguir o nosso antigo endereço que foi alvo de sabotagem. Agradeço mais uma vez a sua participação e incentivo no nosso curto tempo no antigo Blog!
Obrigado e um grande abraço...

Alexandre Correa disse...

Infelizmente temos que aturar a pseudoface que as pessoas querem nos transmitir.Vivemos cercados de répteis camaleônicos.Mas fazer o quê?Esta espécie humana jamais será autêntica para conquistar os seus interesses.Então façamos a nossa parte.Sejamos nós autênticos, sem precisar usar máscaras e ser o mais transparente possível, pois eu, você e uma pequena porcentagem de indivíduos possamos ser imune a essa atitude, que devemos tratar com escárnio.Já é um começo.Up The Rolis!!!!

Juciê Lacerda disse...

Meu quase-primo, tá sendo de ótimo proveito ler os seus escritos, me ajudará muito nos meu trabalhos.
abraço

minicontosperversos disse...

Grande Alta sumido. Então, vai prestigiar o #SP18 neste sábado?

●๋• тнαi иαรciмєитσ disse...

Parabéns pelo texto!

É opinativo, mas não tem nada de chato, ao contrário...

Sem contar que é uma ótima ideia - fadada ao fracasso, como você já sabe.

Estou seguindo o blog pra garantir que voltarei aqui pra ler muito mais.

:)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...