quinta-feira, 4 de setembro de 2008

Escala "Grot" Internacional - parte IV - Final

Caros e escassos visitantes, continuando minha humilde peregrinação, publico as últimas pérolas da grotesquice humana que relacionei. Não que a lista esteja fechada. Aliás, se houvesse leitores nesta porra, talvez eles me ajudassem a criar mais itens que retratem a grotesquice, tendo em vista que a mesma parece não ter fim. Relembro aos heróis que aqui chegaram, se é que alguém chegou, que a numeração à frente dos tópicos representa o grau atingido por aquela grotesquice na Escala "Grot" Internacional, que tem graduação de 0 a 10 e é o instrumento mundialmente reconhecido para aferição dos níveis da grotesquice humana. Quanto maior o nível atingido, maior terá sido a estupidez retratada. Desculpe se os aborreço com esse desabafo, mas o ser humano é foda! Principalmente quando é formado em um país como o nosso, cujas elites quatrocentonas sempre se lixaram para o nível educacional do povão em geral. E tome falta de cidadania e educação. Precisamos acordar e educar nossos pimpolhos desde as fraldas para uma vida em sociedade, pautada por preocupações com o coletivo. Felicidade compartilhada é muito mais felicidade! Enquanto isso, tomem mais grotesquices!

1. Estar ao volante de um veículo e querer ser o primeiro em tudo não dando chance para ninguém, demonstrando extremo individualismo.(7)

2. Estar ao volante de um veículo e meter a mão na buzina assim que o semáforo fica verde, não dando sequer um segundo de folga aos pedestres ou ao motorista da frente.(8)

3. Acender o farol alto em locais impróprios, ofuscando os outros motoristas.(8)

4. Estar em uma fila e achar, por algum motivo, que deve levar vantagem sobre as demais pessoas, dando um “jeitinho” de burlar a ordem de chegada.(9)

5. Não desligar o telefone celular ao entrar num recinto em que haja uma reunião de pessoas, possibilitando que o toque estridente do mesmo venha a causar mal-estar no ambiente.(8)

6. Estar incumbido, como administrador, de gerir verbas públicas – essenciais para atendimentos básicos à população - e agir com negligência e até desonestidade.(10)

7. Ser um mau empregador, que lesa os seus empregados ao não pagar devidamente os direitos trabalhistas.(10)

8. Ser chefe de um grupo de pessoas e tratar os subalternos com desrespeito, arbitrariedade e ignorância.(10)

9. Ser chefe de um grupo de pessoas e não dar o menor espaço para as sugestões e opiniões dos subalternos, fazendo sempre prevalecer, pela força, a própria vontade.(9)

10. Ser policial e agir com abuso de autoridade, humilhando e amedrontando os cidadãos de bem, os quais deveriam ser protegidos pela polícia e não maltratados e injustiçados.(10)

11. Achar-se, por qualquer motivo ou circunstância, superior às outras pessoas, destratando-as ou discriminando-as.(10)

12. Ser professor e colocar-se num pedestal, usando e abusando do “poder” que a situação lhe confere para tripudiar sobre os alunos.(10)

13. Ser artista ou pessoa famosa e não tratar os fãs com o devido respeito.(9)

14. Defender o meio ambiente e a natureza de maneira radical, mas esquecer-se de defender os seres humanos que vivem na miséria.(9)

15. Achar que seus bichinhos de estimação merecem mais carinho e atenção do que as crianças que estão jogadas nas ruas, vitimadas pelos terríveis problemas sociais que assolam o nosso país.(9)

16. Não se importar com o fato de que os menores que hoje vivem nas ruas, ignorados, jogados e drogados, se transformarão nos marginais perigosos de amanhã, aumentando ainda mais a horda dos excluídos em nosso país.(10)

17. Achar a globalização o máximo e estar entre os privilegiados que podem desfrutar das suas vantagens, não se importando com o fato de que o número de pessoas excluídas desse processo só vem aumentando dia a dia.(9)

18. Sentar no banco de qualquer coletivo de maneira esparramada, com as pernas abertas, causando constrangimentos às outras pessoas que também necessitam daquele assento.(9)

Pérolas retiradas da obra que jamais irá ao prelo: "Grotesco - Como (não) ser um"

5 comentários:

* disse...

de boa..
rs

toda vez que abro a tua pagina, o que mais me chama a atenção rs são as tuas fotos rs

pés mão rs

agora tu devia ir subindo subindo e clicando mais fotinhas rs

beijo gato do dedo mais charmoso rs

o post?
como sempre tu da um show
parabens

Anônimo disse...

Puerra !!!!! se for seguir todos esses "não pode - não deve - sai prá lá - não tá contente muda de canal - etc etc..." VOU LEVAR VANTAGEM ONDE?

minicontosperversos disse...

hehe, desculpe, mas esse anônimo aí soltou nossa verve cínica.

mas nos atrendo ao conteúdo do blog: cara, continue a lista; divulgue; ela pode ir bem mais longe...

nossas primeiras contribuições:

1) carinha usar de sua condição desprivilegiada, seja qual for, para entrar num coletivo e invadir o espaço dos outros "dando" uma balinha super especial, sem compropmisso, para depois cobrar donativos das outras pessoas

2) fdp de operador de telemarketing ligar para sua casa domindo de manhã, te acordar, para "estar oferecendo" uma super oportunidade de negócio

agora é lapidar, altvolt!

abraço!

Marcos disse...

Pra mim, o mais, mas mais grotesco mesmo, são as entidades sociais que recebem dinheiro público e desviam pro bolso dos administradores da entidade. Usam os pobres coitados como chamariz pra uma determinada causa, e no final, desviam os recursos, comprando casas e jipões....

Blog do Medrano disse...

Grotesco é votar no DEM.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...